Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrudexe rc itation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea com modo consequat. Duis aute irure.

Como manejar resíduos sólidos perigosos, durante uma obra

Como manejar resíduos sólidos perigosos, durante uma obra

Como manejar resíduos sólidos perigosos, durante uma obra

Os resíduos de Classe I, conforme definido pela norma da ABNT NBR 1004, são aqueles que apresentam características que podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente. Para esse tipo de resíduo, existem protocolos corretos para manejo, transporte e descarte, a fim de garantir a segurança de todos.

Muitas residências e empresas lidam com esse tipo de material diariamente, mas desconhecem a forma correta de manuseá-lo, o que traz perigo aos demais. Alguns exemplos de resíduos Classe I são latas com tinta, óleos minerais, baterias, produtos químicos e material hospitalar.

O armazenamento desse tipo de resíduo deve ser feito de maneira que não altere a quantidade ou a qualidade do material. E seu acondicionamento deve ser feito em contêineres, tambores, tanques ou granel.  

Os contêineres e tambores devem ser mantidos em áreas cobertas e ventiladas, além de serem posicionados sobre concreto ou outro tipo de superfície que evite que tais materiais penetrem o solo. Cada um deles também deve ser apropriadamente rotulado conforme especificações contidas na norma NBR 12235, da ABNT.  

Deve-se ainda respeitar as regras de segregação entre os materiais para evitar possível reação perigosa, além de possuir tambores e contêineres em boas condições, sem presença de ferrugem, defeitos estruturais ou outros indícios de danos.

No caso dos tanques, deve se respeitar as mesmas regras de contêineres e tambores com algumas possíveis adições. A depender do tipo de líquido armazenado nos taques, pode ser necessária a inclusão de equipamentos como abafador de faísca, corta-chama, respiradores de pressão e vácuo, válvula de alívio para conservação de calor, válvula de segurança interna, aterramento, sistema de contenção etc. Caso o armazenamento seja feito a granel, deve ser mantido em construções fechadas e impermeabilizadas.  

Esse tipo de material perigoso deve ser armazenado em tambores, contêineres,  tanques ou granel  

Vale ressaltar que nenhum material de Classe I poderá ser armazenado sem uma análise prévia de suas características para definição apropriada do modo de manuseio. Nos momentos de manejo desse tipo de material, o profissional encarregado deverá utilizar todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados para o caso específico.  

Em suma, para o correto manuseio de materiais considerados de Classe I, são fundamentais os devidos cuidados para armazenamento, separação e sinalização apropriada visando mitigar a possibilidade de vazamentos ou acidentes. Faz-se necessário o conhecimento da norma específica completa para evitar danos a terceiros.  

E na sua obra, como você define as medidas de segurança? Conte para a gente!

Compartilhe: